segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Luz, Câmera, AÇÃO!


Hoje decidi dar uma geral no guarda-roupa. Troca aqui, arruma ali, me surpreendo com uma roupa que há muito não via e que gosto de usar. Na hora de jogar fora o que não está mais “usável”, hesito algumas vezes. Existem roupas que assim como os perfumes e as músicas te trazem lembranças. E mesmo que você saiba que não estão mais em condições de uso, se permite ficar na dúvida. Mas chega à conclusão que é melhor jogar fora, afinal, vai apenas ocupar espaço, no dia a dia você nem lembrará que a peça existe a não ser quando ela te atrapalha de encontrar o que você realmente procura e precisa.
Na vida bem que poderíamos agir assim: hesitar, mas conseguir se desfazer; como fazemos com a roupa velha, desgastada. É tão bom se livrar das amarras, de situações e sentimentos que te remetem a um passado não muito agradável ou permeiam um presente que nos incomodam. E se renovar. Se descobrir capaz de ser e poder tudo o que você desejou um dia, mas, por forças das circunstâncias, foi se desfazendo desse “tudo” ao longo da estrada, ora estreita ora larga, dependendo do seu estado de espírito, e da sua capacidade de enxergar a vida em todas as suas nuances, de dor e de alegria. E então de súbito você decide olhar pra trás e vê que deixou pistas pelo caminho, como as migalhas da história de João e Maria. E retrocede, não para se agarrar ao que já foi, mas pra resgatar o que ainda pode ser. E essa revolução interna, assim como a arrumação que fiz no meu guarda-roupa, resgata o que é bom, descarta o que não presta e te deixa com o sorriso nos lábios de quem sonha e projeta o novo.
E pra deixar tudo organizado, e do jeito que eu quero, se não eu, quem vai fazer por mim?

9 comentários:

Robson disse...

Yes!!!!!! quem??!!
Bjão

Lilás disse...

É verdade, Michelle, só nós mesmos é que podemos fazer esta arrumação e renovar, tanto os armários de casa, quanto os da alma.
Limpe bem estas gavetas, heim menina!
bjks cariocas

Ivan disse...

Tô só de olho.

Michelle Dangeli disse...

Ai, que meda!!

mfc disse...

Tenho sempre uma enorme dificuldade na hora de jogar fora o que quer que seja!

Candy disse...

Poxa, muito bem escrito!
Eu tenho muita dificuldade em me desfazer das roupas, acessórios etc. Arrumar o guarda-roupa eu sempre arrumo, mas fazer o rapa...
E desse msm jeito sempre fui com a vida, ficava sempre pesa, nao conseguia seguir. Eu sempre pensava que tinha uma corrente que me amarrava, mal sabia eu que a corrente era meu pensamento...
Mas para a glória
(agora é a hora que a platéia diz: Ohhhhh), eu tenho conseguido me livrar de roupas antigas.
Ah, e deixar passado no passado (sem precisar esquecê-lo, de fato).

gostei bemmmm do texto
\o/

;***

Jessica disse...

Adorei o blog, estou retribuinda a visita no Gente foi horrível...
Textos bacanas, parabéns
Beijos,
Jessica

Jessica disse...

retribuindo...

Madame Mim disse...

Arrumar o guarda-roupa sempre dá me uma impressão de organizar a vida.
beijso